Archive for Dezembro, 2010

Dezembro 28, 2010

Em 2011, encontrar a Deus…

Como o cervo anseia pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus. A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo. Quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus? (Salmo 42:1 e 2)

Existe alegria em Cristo mesmo sem as bençãos de bons filhos, de amigos especiais, de saúde e de dinheiro? É possível sobreviver sómente com Ele?

Encontrar-se com Deus não significa construir uma casa em um lugar sem tempestades, mas construir uma casa que nenhuma tempestade poderá destruir.

É real o facto de que muitos cristãos têm mais desejo pelas respostas às suas orações do que pelo próprio Deus. Sempre queremos provas da Sua bondade. Mas quando damos valor a Deus sómente porque Ele pode ser útil para os nossos objectivos, Ele não permitirá que O encontremos. Somos de tal modo estimulados a dar tamanha atenção às nossas dificuldades e objectivos que nada mais parece ter importância para nós.

Quando olhamos para o mundo, podemos até duvidar que Deus é bom. Esquecemos que estamos fora do Paraíso! E quando Deus parece não ser bom, o pecado atrai-nos ainda mais intensamente. Todavia, na maior parte das vezes, o sofrimento aborrece-nos mais que os nossos pecados!

Você pode ter a certeza de ter encontrado a Deus quando você acredita que Ele é bom, não importa o que acontecer.

Claro que Deus tem poder para mudar as situações difíceis, embora nem sempre Ele o faça. Também não há nada de errado em trabalhar para tentar resolver os nosso problemas. Mas é errado direccionar todas as nossas energias e esforços para solucionar os nosso problemas, de tal maneira que esquecemos a nossa chamada mais elevada para encontrar a Deus no meio dos problemas. Quando buscamos a satisfação que Deus pode dar mais do que buscamos ao próprio Deus, não conseguimos nem um nem outro.

A este respeito Paulo escreveu: E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo. (Filipenses 3:8)

Quando estamos em dificuldades geralmente perguntamos O QUE FAZER para resolver a situação. Mas por acaso perguntamos COMO É QUE EU POSSO CONHECER A DEUS MELHOR nesta situação? Na verdade queremos usá-Lo para obter o que desejamos! E quando as coisas não correm do jeito que gostaríamos, duvidamos da Sua bondade. Isto não é novo. O povo de Israel uma vez disse:

Inútil é servir a Deus. O que nos aproveitou termos cuidado em guardar os Seus preceitos, em andar de luto diante do Senhor dos Exércitos? Mas agora nós reputamos por bem-aventurados os soberbos. Os que cometem impiedade certamente prosperam, e até os que tentam ao Senhor escapam. (Malaquias 3:14 e 15)

Viver uma vida correcta não significa que Deus tem a obrigação de abençoar-nos.

Encontramos a Deus na intensidade que queremos. A nossa paixão de encontrá-Lo deve ser superior a todas as outras paixões que temos, mesmo aquelas mais nobres ou bíblicas. Jeremias escreveu:

Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração. Serei achado de vós, diz o Senhor. (Jeremias 29:13 e 14a)

Portanto, o nosso objectivo maior não é usar a Deus para resolver os nossos problemas, mas sim movermo-nos através dos problemas no sentido de encontrar a Deus.

Podemos muito bem considerar que Deus está envergonhado por ser conhecido como o Deus de um povo que concentra os seus esforços em construir uma vida confortável neste mundo, e que não leva a sério a Sua promessa de uma Pátria melhor no futuro.

Vivemos num mundo imperfeito, com pessoas imperfeitas, com relacionamentos imperfeitos, com muitos problemas, dificuldades, sofrimentos e etc.. O mundo não é um bom lugar para constuirmos a nossa casa pensando que vamos usufruí-la pra sempre. Mas é o lugar perfeito para se encontrar a Deus!

ML/AR

 

Anúncios
Dezembro 22, 2010

Fotos do almoço de Natal

Clique aqui para ver as restantes fotos do nosso almoço.

Dezembro 5, 2010

Temos uma escolha a fazer!!!

Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam;
Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam.
Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.
A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz;
Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!

Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom (Dinheiro, Riquezas).

Mateus 6:19 a 24

Dezembro 2, 2010

Celebração/Almoço de Natal

Estão todos convidados para esta grande festa:

Eis aqui a morada do restaurante:

Alto da Bela Vista, Pav 2

Estrada de Paço D`Arcos ( nas proximidades do Tagus Park)

2735 Cacém

%d bloggers like this: