Fevereiro, o mês da Família

Neste domingo a nossa meditação bíblica foi baseada em Mateus 1:1-17, que mostra que a história é a história das famílias…de Abraão a Jesus Cristo, passa por nossas famílias hoje e prossegue até o final… Cada personagem descrita na linhagem de Jesus Cristo tem a sua história, das quais extraímos lições importantes de graça, transformação e milagre. Podemos citar o caso de Raabe, ex-prostituta de Jericó. Ela creu em Deus e teve a vida transformada, ao ponto de constar da linhagem do próprio Jesus…

É claro portanto que a família tem importância fundamental para Deus, podemos verificar isto em toda a Bíblia. É a representação mais completa do Seu amor para connosco. Pelo menos foi assim idealizada!

Concluímos que a Ideia Vida Nova – IVN a ser trabalhada durante esta semana é “A história da minha família pode mudar para melhor”, de 4 maneiras básicas:

1. Reconciliando-me com a minha história familiar– não podemos mudar o passado mas podemos aprender a conviver com ele de forma mais saudável, de forma que o mesmo não bloqueie o meu presente e nem o meu futuro.

2. Escrevendo com Deus a minha história familiar presente e futura – Deus pode fazer o impossível quando nós fazemos o que nos é possível. Veja o caso de Abraão e o milagre do nascimento do seu filho!

3. Envolvendo-me com a família de Deus –compartilhando as respectivas histórias e buscando o apoio mútuo. A vida em comunidade tem o seu papel terapeutico.

4. Envolvendo-me com a família humana – de forma particular ajudando a transformar a história da família portuguesa, que passa por fase difícil de ruptura e violência sem precedentes. A maior crise de hoje é a crise da família.

Vamos aplicar  a IVN e comentar o assunto. Que história a sua família está a escrever?

Boa semana a todos!

3 comentários to “Fevereiro, o mês da Família”

  1. Percebí neste domingo que a violência doméstica, vergonha nacional segundo o nosso Presidente Cavaco Silva, torna a nossa sociedade mais doente e ainda mais afastada de Deus. Como a igreja pode ajudar para mudar esta triste situação a começar pelas próprias famílias que a ela pertencem?

  2. Creio que uma das soluções, como foi referido no domingo passa por promover o oposto. Eventos como a Noite do Chocolate podem ter esse efeito.
    Talvez uma das soluções para lutar contra a taxa de divórcio e da violência doméstica esteja mesmo à nossa frente, a noite do chocolate.

  3. É verdade Pedro, a Noite do Chocolate vai nesse sentido de promover o oposta à violência…Também sou da opinião que cada igreja deveria desenvolver em carácter prioritário um forte ministério familiar, voltado para dentro e para fora, abrangendo todas as faixas etárias.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: